Meus PedidosMeu Cadastro

Óleo Vegetal de Semente de Uva 1Lt NACIONAL - Óleo Vegetal de Semente de Uva 1Lt Nacional

Óleo vegetal 100% puro da planta Vitis vinifera
Opinião dos Consumidores:0
Pontos Fidelidade:

Por: R$ 150,00ou X de

Confira as Condições de Parcelamento
AdicionarRemover
Comprar
Descrição
PRODUTO NACIONAL O óleo vegetal de Semente de Uva é um produto natural, 100% puro e sem conservantes. Produto Vegano - livre de testes em animais e ingredientes de origem animal. Não possui em sua composição: Parabenos, Sulfatos, Corantes, Silicone ou Essências artificiais. Embalagem: Vidro âmbar contendo 1000 ml de óleo vegetal. Tipo de Extração: O Óleo Vegetal de Semente de Uva é extraído das sementes da Vitis vinífera por prensagem a frio. Sinônimos: Uva (Bras), grape ou grapevine (Ingl), vid europea, vigne rouge (Franc), vid (Esp), etc. História da Planta: Trata-se de uma das espécies mais utilizadas pelas antigas civilizações que povoaram a Terra. O cultivo da videira e seu produto final, o vinho, estão mencionados em hieróglifos egípcios que datam de 2.400 a.C., e em numerosos versículos da Bíblia. Também existem menções na Grécia antiga por volta do ano 700 a.C.. Posteriormente Hipócrates, Teofrasto, Galeno, Dioscórides e Plínio fazem menção as suas propriedades medicinais – por exemplo, asseguram que o vinho tinto (vermelho) possuía propriedades tônicas e adstringentes, enquanto, que o branco seria diurético. Nos séculos XVI e XVII, o cultivo e produção das uvas na Europa estavam no intenso auge. Na América foi introduzida primeiramente no México, no começo do século XVI e posteriormente na costa leste dos EUA em 1616. A videira foi uma das primeiras plantas a serem cultivadas pelo homem, juntamente com o trigo, a oliveira, a ervilha, o linho, etc. – Seu fruto – a uva – juntamente com o pão, é um dos principais alimentos da cultura ocidental. Para muitas religiões, a uva, a videira e o vinho são sagrados e carregados de simbologia, representando as pessoas, a alegria e promessas divinas. Na mitologia greco-romana, o vinho e as uvas, têm lugar especial e um Deus próprio – Dionísio (Baco para os romanos), que é conhecido também como Deus da alegria. Durante os milhares de anos, desde a sua domesticação, foram desenvolvidas numerosas variedades de híbridos de videiras, para a produção de diferentes produtos e adaptação a uma ampla variedade de condições climáticas. As uvas podem ser consumidas “in natura”, ou na forma de passas, sucos, geleias – o suco fermentado das uvas dá origem ao vinho e ao vinagre. Além destes conhecidos, a gastronomia se beneficia do sabor da uva em molhos para carnes, doces, sorvetes, bolos, etc. A uva e seus produtos são reputados como alimentos funcionais, devido ao seu elevado conteúdo de sais minerais, vitaminas, e substancias especiais, como flavonoides e resveratrol. Aspectos Botânicos: A videira é uma trepadeira, de textura lenhosa, com caule retorcido e córtex escuro e fissurado. Seus ramos são flexíveis e emitem gavinhas de fixação. As folhas são grandes, alternas, pecioladas, cordiformes e com lóbulos dentados e pontiagudos. As inflorescências são do tipo racemo, com flores bem pequenas, branco-esverdeadas. Os frutos são bagas, com polpa doce, gelatinosa a firme, com até 3 sementes e casca de cor variável, entre o verde, amarelo, rosa, roxo e preto. O período de floração e frutificação varia de acordo com a região, o clima e a variedade de uva. Deve ser cultivada sob sol pleno, em local protegido dos ventos fortes e com solo fértil, corrigido, bem drenável, enriquecido com matéria orgânica e irrigado periodicamente. A insolação direta e extremamente importante para a cultura da videira e a doçura dos frutos está relacionada com o período de sol que a planta recebe diariamente. Apesar de originalmente de clima temperado, hoje existem muitas variedades adaptadas ao calor tropical. Principais Compostos: Este óleo possui características que o tornam superior aos óleos comercialmente utilizados no consumo humano. É rico em ácido linoleico (ômega 6) e vitamina E, o que lhe concede grande poder antioxidante – vitamina E (cerca de 80-120mg/100g) e ácido linoleico (69-78%) – contém clorofila natural e valiosos antioxidantes conhecidos como proantocianidinas e polifenóis. Os óleos vegetais são substâncias naturais extraídas de plantas de diversas partes do mundo. Desta forma, podem existir variações em seus aromas e compostos. Modo de uso dos óleos vegetais: Ideal para utilizar como veículo de diluição dos óleos essenciais ou puro. Dosagem Aproximada Massagem Corporal: 30 mls por uso Massagem Facial: 5 mls por uso Massagem Capilar: 5 mls por uso A By Samia não se responsabiliza pelo uso indevido dos produtos aqui vendidos.
Siga @bysamiaaromaterapia no Instagram