Meus PedidosMeu Cadastro

Óleo Vegetal de Copaiba 30 ml

Óleo vegetal 100% puro da planta Copaifera officinalis
12640
Opinião dos Consumidores:0
Pontos Fidelidade:

Por: R$ 49,90ou X de

Confira as Condições de Parcelamento
AdicionarRemover
Comprar
Descrição
O óleo vegetal de Copaíba é um produto natural, 100% puro e sem conservantes. Produto Vegano - livre de testes em animais e ingredientes de origem animal. Não possui em sua composição: Parabenos, Sulfatos, Corantes, Silicone ou Essências artificiais. Embalagem: Vidro âmbar contendo 30 ml de óleo vegetal. Tipo de Extração: O Óleo Vegetal de Copaíba é extraído da resina da Copaifera officinalis. Sinônimos: Copaíba; Copaífera; Copaíba roxa; Pau de óleo; Cupay; Copayer (Franc), copaive (Ingl). História da Planta: A primeira citação sobre o óleo de copaíba talvez tenha sido feita numa carta de Petrus Martius ao Papa Leão X publicada em 1534, em Estrasburgo. Naquela carta, faz-se referência ao “Copei” como uma droga indígena. Posteriormente, foi descrita por Lineu em 1762, esta foi, provavelmente, a principal espécie de copaíba cujos óleos foram comercializados através do Caribe nos primeiros tempos de colonização da América, nos séculos XVI e XVII, por ser a de maior frequência na Amazônia setentrional, no extremo norte do Brasil, em Roraima, da Venezuela às Antilhas, sendo chamada pelos indígenas de Copaíba Maracaibo. Atualmente, os óleos de copaíba obtidos desta espécie ainda são comercializados na região, especialmente na cidade de Boa Vista. A disseminação de C. officinalis depende diretamente dos agentes dispersores das sementes, em geral, tucanos, que são atraídos provavelmente pelo seu arilo amarelo, mas também pelo odor de cumarina exalado das sementes. O óleo de copaíba era bastante utilizado entre os índios brasileiros quando os portugueses chegaram ao Brasil. Tudo indica que o uso deste óleo veio da observação do comportamento de certos animais que, quando feridos, esfregavam-se nos troncos das copaibeiras. Os índios o utilizavam principalmente como cicatrizante e no umbigo de recém-nascidos para evitar o mal-dos-setes-dias. Os guerreiros quando voltavam de suas lutas untavam o corpo com o óleo de copaíba e se deitavam sobre esteiras suspensas e aquecidas para curar eventuais ferimentos. A árvore, também chamada de Pau de óleo, é facilmente encontrada na mata devido ao forte aroma de sua casca. Chamada de copaíva ou copahu pelos indígenas (do tupi: Kupa’iwa e Kupa’u, respectivamente). Aspectos Botânicos: A copaibeira é uma árvore com mais de 25 metros de altura, que tem sua casca, folhas e galhos, o cheiro característico do óleo. Os frutos são muito apreciados pelos animais da floresta. O óleo de copaíba, também chamado de óleo-resina, é distribuído no lenho da árvore em canais verticais bem finos, e se acumula em pequenas bolsas em seu tronco. A copaíba usa este óleo como uma defesa contra seus inimigos naturais, como por exemplo, os cupins. Principais Compostos: A porção resinosa (55-60%) possui ácido copaíbico, ésteres e resinóides. Resinas vegetais: oleoresinas diterpenóides ácido-eperu-8(20)-eno-15, 18 dicarboxílico, ácido 16 beta-kaureno19-carboxílico, ácido copaífero, ácido hardwickiico, ácido copálico. Os óleos vegetais são substâncias naturais extraídas de plantas de diversas partes do mundo. Desta forma, podem existir variações em seus aromas e compostos. Modo de uso dos óleos vegetais: Ideal para utilizar como veículo de diluição dos óleos essenciais ou puro. Dosagem Aproximada Massagem Corporal: 30 mls por uso Massagem Facial: 5 mls por uso Massagem Capilar: 5 mls por uso A By Samia não se responsabiliza pelo uso indevido dos produtos aqui vendidos.

Clientes que visualizaram este item também compraram

Siga @bysamiaaromaterapia no Instagram