Meus PedidosMeu Cadastro

Óleo Vegetal de Amendoa Doce 100 ml

Óleo vegetal 100% puro da planta Prunus amygdalus dulcis
15089
Opinião dos Consumidores:0
Pontos Fidelidade:

Por: R$ 44,29ou X de

Confira as Condições de Parcelamento
AdicionarRemover
Comprar
Descrição
O óleo vegetal de Amêndoa Doce é um produto natural, 100% puro e sem conservantes. Produto Vegano - livre de testes em animais e ingredientes de origem animal. Não possui em sua composição: Parabenos, Sulfatos, Corantes, Silicone ou Essências artificiais. Embalagem: Vidro âmbar contendo 100 ml de óleo vegetal. Tipo de Extração: O Óleo Vegetal de Amêndoa Doce é extraído do fruto da Prunus amygdalus dulcis pelo processo de prensagem a frio. Sinônimos: Amêndoa doce; amendoeira, amêndoa, alemendro (Esp), amandier (Fran), almond tree, sweet almond (Ingl), mandorio (Ital), etc. História da Planta: Os indígenas denominavam este fruto auácatl, na língua nauátl, que significa testículos em A amendoeira é considerada símbolo da vigilância ( é a primeira que floresce na primavera) e da vida nova. Nas Igrejas Católicas, o ramo da amendoeira e o seu fruto eram considerados símbolos do sacerdócio: “o modo de se comportar do sacerdote deve, no exterior, ser sóbrio e contido, ao passo que seu interior envolva a fé como alimento invisível”. A amêndoa, “como fruta doce sob uma casca dura é símbolo do essencial, do espiritual, que está oculto atrás das aparências externas. É símbolo de Cristo porque a sua natureza humana oculta a sua natureza divina, é também símbolo da sua encarnação”. Textos Bíblicos que fazem menção a amêndoa: “Jacó tomou varas de álamo, de amendoeira e de plátano, descascou-as em tiras brancas, deixando aparecer à brancura das varas”. (Gn 30,37) “Disse-lhes o pai Israel: Sendo assim, fazei o seguinte – escolhei para bagagem alguns dos melhores produtos desta terra e levai-os como presente a esse homem – um pouco de bálsamo, um pouco de mel, especiarias, resina, terebinto e amêndoas”. (Gn 43,11) “No dia seguinte, ao entrar na tenda da Aliança, Moisés, viu que a vara de Aarão, da casa de Levi, tinha produzido brotos e dado flores e amêndoas maduras”. (Ecl 12,5) “Foi-me dirigida à palavra de Javé nos seguintes termos: O que estás vendo, Jeremias? Eu respondi – Vejo um ramo de amendoeira”. (Jr 1,11) A amendoeira é a primeira planta a florir na primavera. Usa-se o fruto doce, o amargo é tóxico. Pelo seu potencial nutricional é a oleaginosa preferida para o consumo humano. Apesar do termo amêndoa se referir ao fruto da amendoeira, usualmente ele também é referido a sua semente, ou mesmo às sementes de outras variedades de amendoeiras. De tais sementes são extraídos óleos essenciais e vegetais possuidores de propriedades medicinais e muito utilizados na indústria de cosméticos. Aspectos Botânicos: A amendoeira; anteriormente classificada como “Prunus amygdalus”, ou “Amydalus communis”; é uma árvore de folha caduca da família das Rosáceas. A semente do seu fruto é geralmente considerada como um fruto seco: a amêndoa. Tal como o pessegueiro, pertence ao subgênero – “amygdalus”. Em Portugal é frequente na região do Douro e no Algarves. É uma árvore cultivada desde a antiguidade, foi introduzida na Europa pelos Gregos nos séculos V e VI a.C. – embora se adapte a qualquer tipo de solo, prefere terrenos ligeiramente arenosos e profundos, dando-se também em terrenos pedregosos, que alternem com algumas camadas de terra para que as raízes possam desenvolver-se e penetrar em profundidade, de modo a poder resistir a secas prolongadas. Também é uma espécie que resiste a fortes geadas de inverno, mas é sensível as geadas tardias da primavera. É uma árvore pequena, crescendo entre 4 a 10 metros de altura, com um tronco de até 30 cm de diâmetro. Os frutos aparecem em bagas de 3,5 a 6 cm de comprimento. Atualmente é cultivada na Espanha, Itália, Portugal, Irã e EUA (Califórnia), no Brasil na região sul. Principais Compostos: Vitaminas e provitaminas – A, B1, B2, B3, B5, B6, C, E; minerais – ferro, magnésio, potássio, sódio, zinco, cobre, cálcio, boro, fósforo, aminoácidos, ácidos graxos monoinsaturados e poliinsaturados, proteínas, fibras, carboidratos, fito-esteróis, etc. Os óleos vegetais são substâncias naturais extraídas de plantas de diversas partes do mundo. Desta forma, podem existir variações em seus aromas e compostos. Modo de uso dos óleos vegetais: Ideal para utilizar como veículo de diluição dos óleos essenciais ou puro. Dosagem Aproximada Massagem Corporal: 30 mls por uso Massagem Facial: 5 mls por uso Massagem Capilar: 5 mls por uso A By Samia não se responsabiliza pelo uso indevido dos produtos aqui vendidos.
Siga @bysamiaaromaterapia no Instagram